Mensagem do dia

Mensagem do dia

domingo, 24 de maio de 2015

Luciano Huck e Angélica serão transferidos para São Paulo em avião UTI neste domingo (24)

FAMOSIDADES
Após acidente de avião, Luciano Huck e Angélica serão transferidos para São Paulo, ainda neste domingo (24), em um avião UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).
A informação foi dada pelo governador do Mato Grosso do Sul (PSDB), Reinaldo Azambuja, na porta da Santa Casa de Campo Grande, de acordo com o “R7”.
Segundo o político, a apresentadora teria ficado abalada com o pouso forçado, mas ficou mais calma após ver que os três filhos estavam bem. A família estaria aguardando o resultado dos exames para efetivar a transferência.
A diretora técnica do hospital, Priscilla Alexandrina, informou aos jornalistas que Angélica estaria com suspeita de fratura na bacia, enquanto Huck estaria com suspeita de fratura na vértebra, mas está bem e andando.
Os filhos do casal, Joaquim, de dez anos e Benício, de sete, passaram por exames. Já a caçula, Eva, de dois, passa bem.  
A família estava em um avião que precisou fazer um pouso forçado no Mato Grosso do Sul. Eles estavam voltando de uma gravação do “Estrelas” no Pantanal.

domingo, 17 de maio de 2015

No Blog da SEMAI - JACAREACANGA

Aldeia Vila Nova NO CAMINHO CERTO

Antigo modelo de prensa na Aldeia Vila Nova, e agora a Comunidade em parceria com a Emater-Pá e a Secretaria Indígena de Jacareacanga montaram o novo modelo em madeira de lei com macaco hidráulico. O novo modelo de prensa a massa de mandioca fica pronta em apenas uma hora e tem capacidade de 100 litros de massa. Fonte RAIMUNDO DELIVAL
ANTES
DEPOIS
NO CAMINHO CERTO

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Confirmada greve “branca” da policia militar do Amazonas para sexta-feira(15)

A Associação dos Praças do Estado do Amazonas-APEAM , divulgou uma nota para sociedade em que confirma o inicio da greve dos PMs do estado do Amazonas para sexta-feira,15, sob o argumento de que o Governo do estado não atendeu as suas reivindicações.
greve branco

Jader Barbalho se livra de mais um processo por completar 70 anos

Valter Campanato/ABr
Este é o segundo processo do qual o senador se livra por prescrição desde que completou 70 anos
STF considera prescrita ação penal a que senador peemedebista respondia por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e crimes contra o sistema financeiro. É o segundo caso do qual ele se livra este ano devido à idade
O senador Jader Barbalho (PMDB-PA) completou 70 anos em outubro do ano passado e, com isso, se livrou de mais um processo. O Supremo Tribunal Federal (STF) decretou a extinção da punibilidade em uma de suas ações penais. Em outras palavras, o Estado perdeu o direito de puni-lo mesmo que fosse comprovada a sua culpa por causa da demora da Justiça em julgá-lo. Pela lei penal, o tempo de prescrição de crimes para pessoas com essa idade é reduzido pela metade.  As informações são do jornal O Globo.
O processo em questão é a Ação Penal 901, que chegou ao Supremo em 2008, ainda na fase de inquérito. Nesse caso, Jader era acusado de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e crimes contra o sistema financeiro nacional. A defesa do peemedebista pediu o fim do processo, o Ministério Público concordou e o relator, o ministro Gilmar Mendes, mandou arquivá-lo, declarando a extinção da punibilidade pela prescrição etária.
“Para ambos, o prazo prescricional normal é de 16 anos, na forma do art. 109, II, do CP (Código Penal). O réu completou 70 anos de idade, pelo que os prazos são reduzidos pela metade, na forma do art. 115 do CP. Logo, o prazo prescricional a ser observado é de oito anos, para ambos os crimes. Os fatos teriam ocorrido de 1997 a 2000. A denúncia foi recebida em 7 de outubro de 2014. Logo, entre os fatos e a interrupção da prescrição pelo recebimento da denúncia, decorreu o prazo de prescrição”, afirmou Gilmar Mendes em sua decisão.
Em março, o senador já havia sido beneficiado com a prescrição em outro processo, no qual era acusado de peculato, tráfico de influência e lavagem de dinheiro. As constantes idas e vindas de Jader, que ora tinha mandato parlamentar, portanto foro privilegiado, e ora não, contribuíram para a prescrição dos processos.
No mandato parlamentar, ele só podia ser julgado pelo STF. Mas quando não ocupava as cadeiras do Congresso, os processos voltavam para a origem, em instâncias inferiores. POR CONGRESSO EM FOCO 

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Prefeitura em Ação - Jacareacanga NO CAMINHO CERTO


A Prefeitura de Jacareacanga, inicia, hoje (04/05), as 11:30h, o programa de rádio “Prefeitura em Ação”. Acompanhe todas as ações do Poder Executivo, de segunda a sexta, as 11:30h, na Rádio Show FM 94,01. Com ALEX PAMPLONA e NONATO SILVA.
NO CAMINHO CERTO

'PELA PRIMEIRA VEZ GENTE RICA ESTÁ ASSUSTADA NO BRASIL'


Segundo Ricardo Semler, empresário e filiado ao PSDB, os casos Petrobras e Swissleaks são sinais de que o País está mudando; "A sensação de que os ricos podem fazer qualquer coisa está fraquejando. É um indício de que esse momento do Brasil que durou 50, 60 anos está começando a terminar, mas serão necessários 20, 30 anos para fazer essa transição", afirmou, em entrevista à BBC

247 - O sócio majoritário do conglomerado Semco Partners, ex-professor de Harvard e do Massachusetts Institute of Technology (MIT), Ricardo Semler comentou em entrevista à BBC Brasil, o artigo para a Folha de S. Paulo em que ao comentar o caso de corrupção na Petrobras, defendeu que "nunca se roubou tão pouco" no Brasil.
"A sensação de que os ricos podem fazer qualquer coisa está fraquejando. É um indício de que esse momento do Brasil que durou 50, 60 anos está começando a terminar, mas serão necessários 20, 30 anos para fazer essa transição", afirmou.
Ricardo Semler, que é filiado ao PSDB, defendeu que a politização do debate sobre corrupção é contraproducente e que o escândalo da Petrobras e as repercussões do caso envolvendo a divulgação dos nomes de brasileiros com conta no HSBC da Suíça são sinais de que o país está mudando. "Pela primeira vez no Brasil temos gente rica assustada", afirmou.
O empresário também defendeu um aumento do imposto sobre transmissão (herança) para os donos de grandes fortunas e disse que aceitaria pagar até 50%. "Isso não afetaria em nada a disposição do empresário em investir", opinou. 
Para o empresário, as denúncias de prática de corrupção no Brasil são antigas. "A Petrobras é só a ponta do iceberg. Há corrupção nas teles, nas montadoras, nas farmacêuticas, nos hospitais particulares. O problema é endêmico e não adianta fazer de conta que surgiu agora. Se você vai para a Paulista e grita contra a corrupção, também precisa responder: Está declarando todos os seus imóveis pelo valor cheio? Nunca deu R$ 50 para o guarda rodoviário? Nunca pediu meio recibo para um médico? E quem está colocando no Congresso esses políticos? Não sei se a Paulista não estaria vazia se todo mundo fizesse um autoexame", afirmou.

sábado, 2 de maio de 2015

POR QUE 'LULA DE NOVO' ASSUSTA TANTO A GLOBO?

A capa de Época deste fim de semana contra o ex-presidente Lula é tão ruim, mas tão ruim que não conseguiu repercussão nem no Jornal Nacional, da Globo; eis os motivos: (1) Silvia Faria, diretora de jornalismo da TV Globo, não engole o estilo de Diego Escosteguy, que dirige a parte policial de Época; (2) a reportagem extrapola os limites da canalhice ao condenar Lula como "operador" de um esquema, a partir de uma denúncia de caráter político aberta há uma semana (!!!) pelo Ministério Público; (3) o que o texto demonstra é, na verdade, o lobby de Época em favor de uma empreiteira chinesa, a Gezhouba, e não o de Lula em favor da Odebrecht; diante de uma matéria que envergonha o jornalismo, a questão: por que tanto medo de que as cenas acima, de Lula tomando posse em 2002 e 2006, voltem a se repetir?
247 - Com uma das reportagens mais canalhas dos últimos anos, Época bem que tentou, mas não conseguiu nem 30 segundos de Jornal Nacional.
Trata-se da capa que retrata o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como "operador" de um esquema no BNDES para favorecer a construtora Odebrecht. As provas? Quais seriam? Alguma condenação? Algum batom na cueca? Nada. Apenas a investigação aberta há apenas uma semana – isso mesmo, uma semana – pelo Ministério Público Federal.
Eis o texto da revista:
"ÉPOCA obteve, com exclusividade, documentos que revelam: o núcleo de Combate à Corrupção da Procuradoria da República em Brasília abriu, há uma semana, investigação contra Lula por tráfico de influência internacional e no Brasil".
Em tempos normais, antes da contaminação do jornalismo por uma agenda política e ideológica ensandecida, essa descoberta mereceria, no mínimo, uma nota de rodapé.
A matéria, que produziu a capa escandalosa de Época, portanto, envergonha o jornalismo e também mancha a reputação do Ministério Público, comandado por Rodrigo Janot, como demonstra artigo do jornalista Luis Nassif (leia aqui).
Lobby em favor de empreiteiras chinesas
Época, que pertence à Globo, não conseguiu ser repercutida no Jornal Nacional, também da Globo, por múltiplas razões. A principal, o fato de a matéria ser um traque. A segunda, a péssima imagem que Silvia Faria, diretora de Jornalismo da Globo, tem do jornalista Diego Escosteguy, que dirige a parte policial de Época.
O terceiro é outro aspecto polêmico da reportagem. O texto de Época é nascido do lobby. Em vez de revelar lobby de Lula em favor da Odebrecht, demonstra apenas que a revista fez lobby por uma empreiteira chinesa derrotada pela construtora brasileira na China e na América Latina.
Ao comentar uma obra na República Dominicana, Época entrega o ouro:
"As concorrentes da Odebrecht contestaram imediatamente na Justiça o resultado da licitação. Em abril de 2014, dias após a Odebrecht assinar o contrato, advogados do grupo chinês Gezhouba alertaram o BNDES, em ofício, da pendência judicial".
Certo, portanto, na visão de Época seria o BNDES não financiar uma obra de uma construtora brasileira, e abrir as portas para a expansão de empreiteiros chineses, num momento de grande disputa geopolítica – quem quiser saber mais a respeito, deve pesquisar sobre a expressão "Chináfrica".
Aliás, as empreiteiras chinesas têm notórios lobistas que vêm se movimentando com frequência por Brasília e por redações de veículos de comunicação nas últimas semanas.
Medo de Lula em 2018
Época não saiu no JN, mas cumpriu uma missão para a Globo: a de tentar colocar mais uma pedra no caminho da eventual volta de Lula, em 2018. A esse respeito, eis o que escreveu o jornalista Leandro Fortes, no texto "jornalismo de encomenda":
Aí, um núcleo do Ministério Público em Brasília abre uma "investigação" porque descobriu que o ex-presidente Lula, como todos os ex-presidentes do planeta, usa de seu prestígio no exterior para conseguir negócios para empresas brasileiras.
Logo em seguida, a "investigação" é entregue à revista Época.
Quem ainda tem alguma dúvida de que, com a ajuda de parte do Judiciário, o Ministério Público vai trabalhar para tentar interditar a candidatura de Lula, em 2018?
Ao que Lula respondeu: "pois é o seguinte, não me chame pra briga, porque eu sou bom de briga e eu gosto dessa briga" (saiba mais aqui).

quinta-feira, 30 de abril de 2015

LÍDER DO PT COBRA POSIÇÃO DE AÉCIO SOBRE “MASSACRE”

:
"Causa-me espécie o fato de que o novo paladino da luta dos trabalhadores, o defensor dos direitos da população trabalhadora brasileira, defensor-mor da democracia no Brasil, o candidato derrotado Aécio Neves, não veio hoje a esta tribuna, sequer ao Parlamento, para explicar o modus operandi do PSDB no que aconteceu ontem no Paraná", disparou o senador Humberto Costa (PT-PE), que classificou o episódio de "massacre"; senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) defendeu a polícia e o governador tucano Beto Richa e disse que os PMs apenas impediram os manifestantes de entrar na Assembleia; segundo ele, movimentos sociais alinhados ao PT protagonizam situações piores
Pernambuco 247 - O líder do PT no Senado, Humberto Costa, classificou como um "massacre" os atos de violência protagonizados pela Polícia Militar do Paraná, durante confronto com professores na última quarta-feira (29). Cerca de 200 pessoas ficaram feridas e parte delas segue hospitalizada. "Gostaria aqui de expressar o meu mais profundo repúdio, do meu partido e da nossa bancada ao excesso de força da PM daquele Estado, governado pelo Sr. Beto Richa, do PSDB", disse o senador.
Humberto ainda cobrou uma postura crítica dos tucanos, em especial do senador Aécio Neves (PSDB-MG), em relação à condução de Beto Richa no episódio. "Aliás, causa-me espécie o fato de que o novo paladino da luta dos trabalhadores, o defensor dos direitos da população trabalhadora brasileira, defensor-mor da democracia no Brasil, o candidato derrotado Aécio Neves, não veio hoje a esta tribuna, sequer ao Parlamento, para explicar o modus operandi do PSDB no que aconteceu ontem no Paraná", ironizou.
O senador também alertou sobre a crise que vem vivendo aquele Estado. "O pagamento dos professores da rede estadual e a alteração do regime previdenciário da categoria caem como uma bomba sobre o novo discurso tucano de proteção dos trabalhadores. Como nunca foram reconhecidos por defender os direitos dos trabalhadores, e sim de grandes empresários e patrões, a contradição atual é interessante. Pasmem os senhores que a situação financeira no Paraná é tão grave que faltou dinheiro até para pagar as diárias dos policiais que estiveram de serviço ontem durante os protestos", denunciou o petista.
Segundo o líder do PT, faltou diálogo do gestor do PSDB com os professores. "O que vimos foi a utilização descabida e exagerada dos mecanismos de repressão contra um grupo de trabalhadores. Nós não somos favoráveis a tentativa de ocupar a Assembleia Legislativa, mas entendemos que não é da maneira como o Governo do Paraná enfrentou os grevistas que se deve construir o entendimento e construir a ação democrática do governo", avaliou.
O senador do PSDB paulista Aloysio Nunes rebateu o discurso do petista defendendo a Polícia Militar do Paraná e o governador Beto Richa. Segundo ele, os policiais apenas impediram os manifestantes de entrar na Assembleia, porque eles queriam impedir a votação. "A ideia de que vinham acompanhar a votação é conversa mole. Iam impedir a votação, ocupar os lugares na Assembleia, os lugares dos representantes do povo, para impedir que a sessão se realizasse", disse.
Ele comparou o episódio com outros protagonizados por movimentos ligados ao PT. "Eu penso, meu caríssimo líder do PT, que o seu partido é o menos autorizado para, entre todas as agremiações políticas, preconizar a prudência e a moderação, porque quando se trata de promover os interesses políticos do seu partido, por via dos chamados movimentos sociais, não há moderação, o que há é a tentativa de impor na marra os seus pontos de vista", declarou.
Ilustração Blog FARO FINO
ESSE É O REGRESSO  QUE O PSDB QUER PARA NOSSO PAÍS.
Comentários extraídos da internet sobre o tema em questão
FF- Esses são alguns dos comentários postados pelos internautas que ficaram indignados com o massacre contra a classe de professores.



RIDÍCULO RENAN SERIA DILMA COMPARTILHAR COM SUA TERCEIRIZAÇÃO ,
NO 1º DE MAIO.
FICOU BEM CLARO QUE ELA NÃO FAZ PARTE DESTA QUADRILHA DOS LATIFUNDIÁRIOS DO TRABALHOESCRAVO.COM VIDA O MORO, AÉCIO EA GLOBO.
GILSON O AÉCIO É SÓ UM LARANJA, O SAFADO ESTÁ´DENTRO DO JUDICIÁRIO, SENTADO EM CIMA DA LEI PRA ACABAR COM A CORRUPÇÃO.
ENQUANTO O BRASILEIRO NÃO SOUBER QUEM É O SAFADO, ELES VÃO NOS ENGANAR.COM LARANJAS COMO AÉCIO ,MORO, JOAQUIM,TIRIRICAS, ETC ,ETC ETC.
O BRASILEIRO QUE VOTA NO PSDB, AINDA NÃO SE DEU CONTA.
QUE O PSDB E UMA QUADRILHA QUE QUER VENDER O BRASIL. DESDE O GOV. DO FHC.QUANDO COMESSARAM VENDENDO A VALE, ESTE LAVA JATO NADA MAIS É O BRAÇO DO CRIME ORGANIZADO PRA QUEBRAR O PAIS,PRA PODER VENDER PREÇO DE SUCATA. JÁ CAUSOU 30 MIL DESEMPREGADOS.
QUEBRANDO OS AGIOTAS COMPRAM TUDO.
E A FINALIDADE E FAZER DO BRASIL UMA COLÔNIA DOS EUA. PRA TER MÃO DE OBRA BARATA.
POR ISSO QUE ELES NÃO INVESTE NA EDUCAÇÃO. SÓ QUER BRAÇOS SEM CÉREBROS. PRO TRABALHO ESCRAVO, E A CAMARÁ EO SENADO FOI REFORÇADO COM DINHEIRO DE FORA PRA O CUNHA COMPRAR ,300 ACOCHADORES PRA APROVAR TUDO QUE O LATIFUNDIÁRIOS QUISER
RENAN E CUNHA ESTÁ COM O PSDB E NÃO ESTÁ COM O P.T.LOBO COM PELE DE OVELHA E A

Agora tudo esta tão claro que não há como negar!!! esta declaração do Sr. Aloysio Nunes mostra claramente que o mesmo é contra uma educação digna de qualidade para o povo brasileiro. Mostra claramente que o Sr. Aloysio Nunes é mais um inimigo dos professores pois, estes teimam em querer educar o povo brasileiro coisa que eles e políticos iguais a ele não querem . Já imaginou que pesadelo para o sr se a maioria do povo brasileiro tivesse uma educação de qualidade e conseguissem fazer um análise crítica dos políticos brasileiros??? Seria terrível para o sr. não Aloysio Nunes??? Indivíduos com o seu caráter jamais alcançaria um cargo público. Que vergonha senador!!! Um senador brasileiro contra a educação do seu povo!!!

Maria Gorett de Almeida ·
Se todos são professores, ou se tem apoiadores e simpatizantes da greve, isso é problema deles. Eles podem aceitar apoio de quem quiserem. O problema é que quando chegaram, encontraram milhares de policiais armados e alguns com cães da raça Pitybull. Que recepçãofoi essa, para professores de carreira, que já deram aulas, inclusive para politicos, policiais e seus filhos. Cai na real. Tudo o que os professores buscavam era uma contra proposta e acompanhar a votação na ALEP. Abre essa mente. Tenta entender a gravidade dos fatos. Cade a negociação com a classe trabalhadora? Agora quem tem dificuldades no trabalho, salario defasado e um governo querendo confiscar o dinheiro da previdencia, tem que ficar calado e aceitar?i

Eliseu Santana
NÃO SE SABE A RAZÃO, NOS DEIXAMOS SER COMANDADOS PELA BANDIDA REDE GLOBO. O DESENVOLVIMENTO DO BRASIL PASSA PELA DESTRUIÇÃO DA GLOBO.

Elizabete Rodrigues Oliveira Mathieu · 
Fala Aécio fala.... Sou professora e os professores do Paraná, assim como toda a sociedade, estão esperando suas declarações sobre o comportamento do governo tucano do Paraná. Acho que o PSDB está começando a instalar a ditadura militar no Paraná. Solidariedade aos colegas professores do Paraná. Fala Aécio fala... ou está envergonhado do seu tucanato?

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Cada um com sua mania.


Eu estava passando na rua e vi um doido subindo num poste. 
E perguntei: Porquê você tá subindo ai? 
O doido disse: Vou comer goiaba! 
Eu disse: Isso é um poste, não é pé de goiaba doidão! 
O doido respondeu: 
A goiaba tá no meu bolso eu como onde eu quiser!

Brasil intensificará esforços pelo fim da pena de morte no mundo » Blog do Planalto

“Brasil participou de iniciativa da Austrália para oferecer à Indonésia uma cooperação internacional, mais efetiva no combate ao tráfico de drogas do que a execução”, afirmou o embaixador Danese. Foto: Renan Carvalhais/PR
O governo brasileiro vai intensificar seu empenho, perante os organismos internacionais, pela abolição da pena de morte no mundo. A informação foi dada pelo secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, Sérgio França Danese, após ler a nota do governo brasileiro sobre a execução de Rodrigo Muxfeldt Gularte, ocorrida nesta terça-feira (28), na Indonésia.
Em entrevista coletiva à imprensa, Danese destacou que é a execução de um segundo brasileiro representa um “fato grave” para as relações entre os dois países. Ele lembrou ainda os esforços empenhados pelo governo brasileiro pela comutação da pena de Gularte, que chegou a encaminhar sete correspondências ao governo de Jacarta com esse objetivo. A própria presidentaDilma realizou um apelo humanitário em telefonema dado ao presidente indonésio, Joko Widodo, relatou.
O embaixador ainda enfatizou que Brasil atuou em parceria com outros países que tinham cidadãos na mesma situação, além de fazer apelos ao Vaticano e à Secretaria-Geral das Nações Unidas pela reversão da pena.
“O Brasil atuou em ações conjuntas com outros países que tinham nacionais na mesma situação e participou de uma iniciativa, originada pela Austrália, para oferecer ao governo da Indonésia uma cooperação internacional, que acreditamos que seria muito mais efetiva no combate ao consumo e ao tráfico de drogas do que a execução pura e simples dos condenados”, ponderou o embaixador.
Segundo o Itamaraty, o corpo de réu será enterrado no Brasil por decisão da família. Em nota divulgada à imprensa, o governo brasileiro lamentou profundamente o episódio e transmitiu solidariedade à família de Gularte.
Histórico 
Rodrigo Gularte foi condenado à pena de morte pelo crime de tráfico de drogas por ter sido flagrado ao entrar na Indonésia com seis quilos de cocaína dentro de uma prancha de surf, em 2004. Desde então, o Itamaraty fazia um acompanhamento próximo do condenado, buscando a reversão da pena, alegando, sobretudo, aspectos humanitários e o quadro psiquiátrico do brasileiro que, segundo exames realizadas na própria Indonésia, sofria de esquizofrenia. http://www.blogdilmabr.com/

Pela FÉ

Pela FÉ

De ponta a ponta ligado com o Mundo!

De ponta a ponta ligado com o Mundo!
FORUM PERMANENTE DE DEBATES Eis minha intenção em criar este espaço; as matérias que forem publicadas no FARO FINO, se produzirem comentários serão respondidas respeitando a opinião dos leitores. Todos os comentários devidamente assinados serão considerados e publicados, desde que não exponha a moralidade de pessoas. Evidentemente que comentários imorais ou que visem ridicularizar, humilhar pessoas também serão descartados.

Muitas vezes por sermos homens de projeção publica, posamos de vidraças, e as pedras dos insensatos, de longe são atiradas, mesmo não querendo o FARO FINO para essa finalidade, também posso ser pedra de estilingue, ou até a funda que Davi usou para tirar de orbita o gigante Golias.