quinta-feira, 29 de março de 2012

Caixa vai executar em Jacareacanga projeto de habitação indígena pioneiro no Pará


O secretário de Assuntos Indígena, Ivânio Alencar teve reunido neste mês com assessores e engenheiros da caixa econômica federal em Belém, para apresentar,  discutir e planejar o andamento do projeto Minha Casa Minha Vida Rural,(PNHR-Programa Nacional de Habitação Rural) a ser implantado dentro das terras indígena Munduruku e Sai Cinza.
Beneficiarios do Projeto
Tal projeto foi entregue e protocolado na caixa econômica na intenção de  beneficiar 50 famílias da aldeia indígena Karapanatuba, inicialmente. Esse projeto atenderá em sua totalidade 450 famílias sendo que o mesmo será divido em nove etapas modular, ou seja, nove aldeias pólo, com 50 unidades habitacionais em cada.
Nesta reunião foi solicitada a visita técnica da equipe da caixa, na aldeia que receberá o beneficio das casas. Ficando acertado para o dia 27 do corrente o que já ocorreu por parte da equipe.
Veja a seguir mais informações com a assessoria de imprensa da prefeitura de Jacareacanga, sobre a visita da equipe na aldeia Karapanatuba.
Pedro Paulo Menino, Raulien Queiroz, Silvio J. Vasconcelos
Dois técnicos da Caixa Econômica Federal estiveram visitando o município de Jacareacanga terça (27), com o objetivo de conhecer in loco a realidade habitacional do povo Munduruku. A vinda ao município de Silvio Jucá Vasconcelos, Coordenador de Habitação de Interesse Social, bem como da arquiteta Elna Trindade, foi em atendimento a um pleito do prefeito Raulien Queiroz através da Secretaria Municipal de Assuntos Indígena, que encaminhou um projeto pioneiro no Pará de habitação em área indígena.
O projeto habitacional elaborado por técnicos da prefeitura de Jacareacanga, encabeçado pelo secretário de assuntos indígena Ivânio Alencar e pelo assessor técnico Pedro Paulo Menino(Belém), prevê a construção em madeira de 450 casas populares em nove aldeias pólos dentro do município, será incluso no Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) que usa recursos do Orçamento Geral da União (OGU) para financiar a aquisição de material de construção, para reforma, ampliação ou edificação de unidade habitacional. 
Na visita que fizeram à aldeia Karapanatuba, local aonde deverá ser executado o projeto de construção das primeiras 50 unidades habitacionais em madeira de lei, medindo 40m², com uma varanda, dois quartos, cozinha e varanda, com cobertura em telha ecológica e piso em cimento queimado, os técnicos visitaram alguns domicílios e concluíram que o padrão de construção deverá ser adequado à realidade local.
Em reunião com os moradores da aldeia Karapanatuba, os funcionários da Caixa Econômica fizeram uma exposição do projeto esclarecendo cada passo da construção das casas. De acordo com a arquiteta Elna Trindade, a Caixa financia a construção de casas de alvenaria. “O Projeto foge ao padrão da Caixa, mas é um caso que tem que ser olhado de forma excepcional e para cada 10 unidades habitacionais será construído um módulo sanitário” disse.
Para Silvio Jucá Vasconcelos o importante é resguardar a cultura indígena, sem, no entanto privar o índio de uma melhor habitação. “Será um projeto habitacional pioneiro no Pará e a aldeia Karapanatuba será o pontapé inicial desta empreitada. Mas esse projeto vai passar por aprovações na Caixa Econômica em Belém, depois será encaminhado para o Ministério das Cidades em Brasília para aprovação final”, avisa Vasconcelos. “A Caixa após aprovação desse projeto, vai financiar 24 mil reais para cada unidade habitacional e a prefeitura terá uma contrapartida de mil reais para cada moradia”, reforça.
O prefeito Raulien Queiroz recebeu com satisfação a visita dos técnicos da Caixa Econômica e acredita que em breve esse projeto será executado. “Já há alguns meses estamos fazendo gestão na Caixa em Belém e em Brasília junto ao Ministério das Cidades, Funai e Ibama, com o objetivo de viabilizar esse projeto. Agora sentimos que esse sonho vai se tornar realidade para o povo munduruku. Já vamos iniciar o processo licitatório em atendimento à exigência da Caixa e vamos aguardar o resultado dessa visita”, disse Raulien.

Texto e fotos
Nonato Silva/ASCOM-PMJ
Jacareacanga: SEMECD realiza III Jornada Pedagógica
Começou hoje (28) nas dependências da Escola Municipal Professora Maria Emilia, a III Jornada Pedagógica com o tema “Socializando saberes; trabalhando por uma educação melhor”.
A solenidade de abertura do evento organizado pela Secretaria Municipal de Educação, contou com a presença do prefeito Raulien Queiroz, do secretário de educação Pedro Lúcio, do presidente da Câmara de vereadores Elias Freire e de um grande número de profissionais da educação.
De acordo com informações do secretário de educação Pedro Lúcio, a III Jornada Pedagógica visa apresentar a estatística educacional geral do município, além de trazer esclarecimentos com o DRH-Departamento de Recursos Humanos e apresentar as novas diretrizes curriculares estabelecidas em nosso cenário nacional. “A partir daí será elaborado o Plano de Ensino da rede municipal”, disse o secretário.
Em pronunciamento o prefeito Raulien Queiroz enfatizou a valorização e respeito ao servidor da Educação e se mostrou satisfeito com os resultados que mostram a melhoria do ensino em Jacareacanga. “Vale apena fazer investimento na educação, principalmente quando se vê resultado positivo. A redução do número de repetência e de evasão escolar demonstra que os nossos profissionais em educação estão cumprindo o seu dever”, comemora o prefeito.
O evento vai se estender até ao dia 30 e irá abordar assuntos como bullyng, ética, atendimento educacional especializado, educação étnico-racial, educação indígena e diretriz curriculares como educação ambiental. 

Texto e fotos
Nonato Silva/ASCOM-PMJ
_______________________________________________________________

PARÁ
SantarémA Polícia Civil de Santarém prendeu na madrugada desta quinta-feira, 29, em Santarém, o elemento Gil Frank Oliveira de Almeida, residente no bairro do Salé, em Santarém, Pará, acusado de tráfico de drogas. Gil Frank estava na embarcação Boa Fé e com ele a Polícia apreendeu 29 quilos de pasta base de cocaína.
A prisão do traficante e a apreensão da cocaína aconteceram após uma denúncia anônima. A partir da daí, a Polícia Civil, através do NAI (Núcleo de Apoio a Investigação), tendo à frente o delegado Silvio Birro, monitorou a embarcação, junto com a Capitania dos Portos. Na madrugada desta quinta-feira, quando a embarcação atracou no posto de fiscalização da Marinha, a Polícia já estava de prontidão e prendeu Gil Frank Oliveira de posse da droga, que estava sendo transportada em uma mala.Fonte Blog do Beto Paranatinga.

TEMPORADA DE LIMPEZA DE 21 MIL FICHAS SUJAS

PARTIDOS PRESSIONAM TSE A DERRUBAR VETO A POLÍTICOS COM CONTAS REJEITADAS
Presidentes dos principais partidos brasileiros foram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta terça-feira (27) para reforçar o pedido de reconsideração da decisão que determinou a exigência de contas de campanha aprovadas para políticos poderem se candidatar nas eleições de 2012. O assunto deve voltar a ser debatido pelo plenário do tribunal na próxima semana.
Ao final de cada eleição, os políticos que participaram da disputa são obrigados a entregar à Justiça Eleitoral um relatório do que foi gasto e arrecadado pelo candidato, pelo partido e pelo comitê financeiro. A reprovação acontece quando são identificadas irregularidades nessa prestação de contas.
No início de março, uma resolução do próprio TSE barrou políticos que tiveram contas rejeitadas em 2010 e que querem concorrer em 2012. De acordo com a corregedora eleitoral, ministra Nancy Andrighi, 21 mil políticos fazem parte do cadastro de contas reprovadas da Justiça Eleitoral. Nem todos, porém, estarão automaticamente impedidos de concorrer, já que o cadastro inclui reprovações anteriores a 2010.
A reconsideração foi pedida pelo PT e recebeu apoio de outras 15 legendas. Os partidos querem que a exigência seja retirada do texto da resolução que regulamenta as eleições municipais deste ano. No último dia 20 de março, o relator do caso, ministro Arnaldo Versiani, encaminhou o pedido dos partidos ao presidente do TSE.
Como a regra foi aprovada por maioria no plenário do TSE (quatro votos a três), a sugestão de retirar do texto da resolução o artigo que proíbe a candidatura de quem teve contas desaprovadas pode encontrar barreiras para ser aprovada.
O texto da resolução é sintético ao afirmar que "a decisão que desaprovar as contas de candidato implicará o impedimento de obter a certidão de quitação eleitoral".
Uma alternativa que pode ser levantada na Corte eleitoral é modificar no texto a norma para incluir a possibilidade de que o tribunal possa analisar caso a caso e flexibilizar a regra quando julgar necessário.
'Vícios' - "Aguardamos uma posição do tribunal. É um assunto importante e aguardamos confiantes que o TSE encontre uma solução mais flexível. São poucas as contas com vícios insanáveis", afirmou o presidente do PMDB, Valdir Raupp.
Segundo Raupp, a maioria das prestações de contas é rejeitada com base em "vícios sanáveis" e, nesses casos, o TSE já vem decidindo de forma mais "flexível", dando tempo para regularizar o problema. Fonte Blog do Beto Paranatinga.

14 comentários:

  1. ESSE PREFEITO É GENTE BOA!!! É POR AÍ QUE SE ALCANÇA O RECONHECIMENTO DAS MINORIAS EXISTENTES AO LONGO DESTE PAÍS. PARABENS PREFEITO RAULIEN, SEUS ATUAIS E FUTUROS ELEITORES, OS ÍNDIOS, MERECEM ESTE RETORNO...

    ResponderExcluir
  2. O prefeito de Jacareacanga, apesar das criticas sofridas por alguns blogs, no meu ponto de vista é melhor que o prefeito de Itaituba, pelo menos ele e seus secretários fazem algo pelo povo, aqui em itaituba, só é feito em beneficio próprio dos políticos. Em Jacaré, isso é muito bom saber que tem um secretário comprometido com a causa indígena, pois aqui em itaituba tem índio pedindo esmola de casa em casa, pois varias vezes já vinharam na minha casa pedir comida. SILVINHO DE ABREU...Parabéns Jacaré!!!!

    ResponderExcluir
  3. CARA ISSO É MUITO BOM SABER!!!! ESSES ÍNDIOS TEM QUE SER AJUDADO A TEREM UMA CASA MELHOR. VALEU PREFEITO...Renato

    ResponderExcluir
  4. Ivânio, esse projeto é muito bom e com certeza trará para esse povo dias melhores e uma vida digna, somente você meu amigo e irmão para pensar em algo assim, essas casas deixará essa gente vivendo melhor. Parabéns a todos os índio Munduruku, ao seu prefeito e a você Ivânio do seu irmão e amigo MARCIO SMITH-Itacoatiara-Am.

    ResponderExcluir
  5. Esse projeto é muito bom, parabéns ao povo MUNDURUKU por terem um secretário comprometido com a causa. Valeu Ivânio isso é muito bom bom, gostei do seu blog e já divulguei aqui na universidade. Martins - Itacoatiara/Am.

    ResponderExcluir
  6. Isso deve ser só enganação, será que vai sair mesmo? Eu sou índio munduruku e já ouvi muitas promessas, não iguais a essa mas são promessas, vou esperar pra ver em que vai dar essas casas...KABÁ...JACAREACANGA

    ResponderExcluir
  7. Eu conheço os projetos da secretaria indígena, todos são ótimos para essa gente, só falta mais apoio para serem colocados em pratica, ivânio já concluir o projeto de apoio as famílias da roça, quando vc vier aqui em Brasília apanhe comigo ok ficou muito bom eu só fiz algumas adequações ao seu projeto, ficou muito bom e tenha certeza que será executável ok meu amigo.....Um, abraço.Gostei do blog, fiquei sabendo através do Jeronimo assessor do Dep. Zé Geraldo.....

    ResponderExcluir
  8. Obrigado mano velho, eu tenho aprendido muito com sua experiencia. Obrigado....

    ResponderExcluir
  9. Esse secretário Ivânio além de boa pinta tem boas ideias e é gente boa. Lembro dele na rádio, a maior audiência do gênero. Parabéns amigo. Saudades...Sandra Cavalcante/Manaus-Am

    ResponderExcluir
  10. É atitude que nem essa que falta para os vereadores de jacaré, também pudera eles só fazem o que é de interesse deles próprios, não culpo eles por não fazerem nada em defesa de seu povo, não tem que oriente eles, eu até acho que tem gente que tem disposição pra ajuda-los mas eles não são humildes a ponto de pedir ajuda! Parabéns prefeito esse projeto das casas será algo muito bom para os índios.

    ResponderExcluir
  11. Prefeito bom é o Eduardo e o Carlinhos que ajudaram o povo de jacaré a ficar cada vez mais dependente e mendigando o seu salario. O Raulien não é bom ele paga em dias o salario dos servidores e está melhorando a vida da cidade!

    ResponderExcluir
  12. Eu achei ótima a matéria das casas nas aldeias.Que bom que os moradores da aldeia estão tendo oportunidades de participar de projetos tão bom assim, eles tem a oportunidade de ter mais dignidade e abrir os olhos para outros aspectos que vão além de seus conhecimentos,eles vivendo bem, se afastam da violência,e as drogas e das bebidas. Espero que dê tudo certo para eles! Daniela da Silva/Itaituba

    ResponderExcluir
  13. Cara isso é legal, isso bem que poderia ser implantado aqui em itaituba na praia do mangue com os índios daqui. secretário traga esse projeto para nossa gente daqui. KARO munduruku.

    ResponderExcluir
  14. Parabéns Jacareacanga, é assim que se constrói o futuro para seu povo.Valeu Raulien, valeu Ivanio vocês estão no caminho certo! Alfredo

    ResponderExcluir

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.