segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Rio terá toplessaço para apresentar novas musas no dia 20 de janeiro

Evento será no posto 9, em Ipanema, no dia do padroeiro da cidade.
Natache Iamayá e Karla Klemente foram escolhidas em votação.
As musas do topless posaram na Praia do Arpoador, na Zona Sul, ao lado da organizadora do evento
(Foto: Roberto Moura / G1)
 
As musas do toplessaço do Rio serão apresentadas ao público no dia 20 de janeiro em um evento na praia de Ipanema, Zona Sul, onde todas estão convidadas a deixar os seios de fora. Será a segunda edição do movimento, que, no fim de 2013, levou mulheres à orla carioca para quebrar o tabu em relação à "criminalização do nu", segundo a organizadora do Toplessinrio, Ana Paula Nogueira.
Ana Paula faz selfie com  (Foto: Roberto Moura / G1)
De acordo com a idealizadora, o evento terá até DJ e um convidado surpresa para "comemorar um ano de atuação" do movimento. Escolhidas através de um concurso na internet, Natache Iamayá e Karla Klemente – as novas musas – serão, enfim, vistas em carne e osso.
Encerrada em dezembro, a votação para escolher a nova representante do movimento teve uma mudança de última hora. "Resolvemos eleger duas musas, uma representante do júri oficial e a outra do popular, pois achamos que elas traduzem o espírito do nosso movimento. A Natache com seu rosto e gestos de menina e a garra de uma leoa. E a Karla, que é um furacão de sensualidade com a leveza de uma bailarina", relembra Ana Paula.
O concurso teve mais de 50 inscritas e 10 finalistas que cumpriram todas as etapas do regulamento. O formulário incluiu dizer o que uma mulher precisa para ser musa e como definiria o Rio de Janeiro.
Ana Paula, Natache e Karla fazem topless na praia (Foto: Roberto Moura / G1)
Natache, que é cadeirante devido a uma doença degenerativa, diz que seu ideal vai além do topless. Ela se considera também uma representante do combate ao preconceito.
Topless (Foto: Roberto Moura / G1)

"Eu fiz campanha para votarem, divulguei muitas informações no Facebook. De certa forma, todos me incentivaram e deram muito apoio. É muito novo uma deficiente participar de um concurso de beleza e lutando por um ideal que vai além do topless, porque a minha intenção não é aparecer de peito de fora. Meu objetivo é combater preconceitos e estereótipos. Esse concurso é uma forma de luta contra tudo isso”, disse Natache. Gabriel Barreira Do G1 Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.