sábado, 4 de abril de 2015

FATO - O Que Essa Criança De 3 Anos Fez Com O Câncer Vai Te Deixar Perplexo

Como já dizia William Shakespeare em suas épicas frases e que se tornou até uma máxima popular: “Há mais mistérios entre o céu e a terra do que a vã filosofia dos homens possa imaginar”. Casos de mistérios no mundo inteiro assustam a população e questionam aqueles que creem fielmente na ciência.
O caso do menino Jordan Harden virou notícia no mundo inteiro em 2010. Dois anos depois ele voltou em cena e agora, em 2015, fala-se novamente do caso da criança de 3 anos que teve seu câncer em estado terminal, misteriosamente curado. Se foi milagre ou um acaso da vida, fica difícil de responder, mas a história de Jordan levou esperança à milhões de pessoas que sofrem com essa doença e a falta de crença na cura.

Falta de resposta aos medicamentos fez médicos desistirem de Jordan

Gary e Claire Harden descobriram que o filho tinha leucemia com apenas 1 ano de idade. Claro que um fato como esse choca qualquer pessoa, mas o casal nunca perdeu a esperança de que o filho pudesse viver por muitos anos. Foram dois anos de medicamentos em casa, internações e sessões de quimioterapia, mas parecia que o organismo de Jordan não respondia muito bem a nenhum deles.
1659091-7159-atm141[1]
O pequeno garoto e sua mãe
Em setembro de 2010, a família foi chamada pela junta médica que cuidava do caso e recebeu a notícia que a equipe estava parando com os tratamentos. De acordo com os profissionais, o organismo de Jordan não respondia mais à nenhum remédio e a esperança de cura, ou simplesmente um prolongamento de vida para o pequeno foi por água abaixo.
Com os médicos desistindo do tratamento, não havia mais possibilidade de luta do casal e os mesmos começaram a planejar viagens e passeios para aproveitarem os últimos meses de vida do seu filho. Para que isso acontecesse de forma segura, Jordan então passou por uma última bateria de exames.
E foi justamente esses últimos exames que mudou a vida da família Harden. Planejando uma viagem à Disney de Paris, o casal recebeu uma ligação do hospital, onde a equipe não entendia o que tinha acontecido, pois os últimos exames de Jordan não apontavam indícios algum de leucemia no corpo.

História de Jordan surpreende seu país e todo o continente

Gary, Gracie e Jordan Harden eram moradores comuns da pequena cidade de Wishaw, que fica na parte Sul da Escócia. O garoto dividia seus dias entre sua casa e o hospital central da cidade. Com a publicação da cura de Jordan, a imprensa do país inteiro se interessou pelo caso e a família também ganhou notoriedade, sempre sendo usada como boa referência e luta pela vida contra o câncer.
Não demorou muito também para que a família Harden ficar conhecida no continente e no mundo todo pela sua história de superação. O jornal Daily Mail, do Estado Britânico, publicou uma matéria especial com os três escoceses e institutos de ciência de todas as partes do mundo começaram a analisar o caso.
A vida de Jordan Harden é, atualmente, a de um menino comum de sua idade. Ele frequenta a escola, aproveita seus dias com amigos de sua cidade, mas ainda é referência e motivo de análise para a ciência. Com a cura de Jordan sem explicação, médicos do mundo inteiro e doentes terminais voltaram a acreditar também na cura definitiva do câncer.

O que diz a ciência sobre o caso de Jordan Harden?

A explicação para o que aconteceu com Jordan ainda gera estudos para cientistas do mundo inteiro. Alguns médicos afirmam que o sistema imunológico responde muito unicamente à algumas doenças e pode gerar uma reação bloqueadora, o que ocasiona casos como o de Jordan. Outros doentes de câncer e demais enfermidades também já foram curados misteriosamente e alguns atribuíram à espiritualidade. O que não foi este caso.
Em entrevista à BBC Brasil, na época do ocorrido, o imunologista Caetano Reis de Sousa estimulam investigações para doenças cancerígenas ainda mais. Mesmo não tendo uma explicação plausível da ciência, o que dificulta a busca pelo caminho correto, Caetano reafirma a possibilidade de algum instituto conseguir desenvolver um tratamento efetivo a partir do sistema imunológico do próprio doente.
Lembrando que Caetano Reis e Sousa é referência para a ciência mundial. Ele recebeu o prémio Liliane Bettencourt Life Sciences em 2008, quando realizou um trabalho de investigação em doenças cancerígenas. Toda a pesquisa do imunologista foi realizada no London Research Institute.
Então, você tem alguma explicação para o caso do pequeno Jordan Harden? Se é mistério dos Deuses ou avanço natural do organismo dele, ninguém tem como provar, mas a família vibra diariamente a cura da criança e a oportunidade de tê-lo por mais do que as poucas semanas determinadas pelos médicos da equipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.

Pela FÉ

Pela FÉ

De ponta a ponta ligado com o Mundo!

De ponta a ponta ligado com o Mundo!
FORUM PERMANENTE DE DEBATES Eis minha intenção em criar este espaço; as matérias que forem publicadas no FARO FINO, se produzirem comentários serão respondidas respeitando a opinião dos leitores. Todos os comentários devidamente assinados serão considerados e publicados, desde que não exponha a moralidade de pessoas. Evidentemente que comentários imorais ou que visem ridicularizar, humilhar pessoas também serão descartados.

Muitas vezes por sermos homens de projeção publica, posamos de vidraças, e as pedras dos insensatos, de longe são atiradas, mesmo não querendo o FARO FINO para essa finalidade, também posso ser pedra de estilingue, ou até a funda que Davi usou para tirar de orbita o gigante Golias.