sábado, 21 de março de 2015

ERA UMA VEZ UMA RODOVIA CHAMADA TRANSAMAZÔNICA

O INVERNO CASTIGA OS PARAENSES NA TRANSAMAZÔNICA
Inverno amazônico castiga usuários da Rodovia Transamazônica BR 230 mais uma vez (sentido Itaituba-Rurópolis). Exatamente do km 100 ao 150, tem sido um pesadelo para os motoristas, que desde 1970 quando foi construído a estrada, nunca recebeu asfalto, tampouco uma manutenção preventiva na terra batida. O trecho se encontra intrafegável, no perímetro citado acima. Segundo a moradora Sra. Marilene do km 112, não passou mais caminhões e carretas desde quarta feira 18/03/15, por motivo de um grande buraco que se fez no km 100, ficando impossibilitado de passarem e a pista esta toda comprometida, hoje as 14:30h já tem mais de 300 caminhões e carretas parados e somente carros sendo puxados um trator que cobra o valor de R$ 150,00. 
Segundo informações coletadas com DNIT Itaituba, estão indo a Santarém os engenheiros para se reunir com 8º Bec e Construtora Sanches Tripoloni, para ver há possibilidade de mais um serviço paliativa, que é somente isso que recebemos.
Se as chuvas continuarem fica sem previsão de trafegabilidade neste trecho da estrada. Reproduzido do face de Davi Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.