quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Deu no Blog do Parsifal - Contrassenso

 A propaganda do carnaval no Brasil é toda ilustrada com forte conotação sexual, como se pode ver abaixo:
globe
linha
Shot004
linha
mang
linha
madrin
linha
 
Mas os brasileiros, nas redes sociais, patrocinaram uma campanha contra a Adidas por retratar o Brasil com conotação sexual, e o presidente da Embratur, Flávio Dino, aproveitou a deixa para desancar a Adidas que confecciona camisetas “vinculando a Copa do Mundo no Brasil a apelos sexuais”.
Na mesma esteira reagiu a secretária de Enfrentamento à Violência da Secretaria de Políticas Para Mulheres, Aparecida Gonçalves, afirmando que as imagens “não retratam o Brasil de hoje”.
O motivo da revolta fez com que a Adidas retirasse os produtos das prateleiras. Eis os dois modelos abaixo:
Shot002
Na camiseta esquerda a ambiguidade do coração/nádegas na frase “I love Brazil” ofendeu a nossa moral e bons costumes. Na da direita, uma mulher de biquíni e a frase “Lookin’ to score Brazil”, expressão idiomática de duplo sentido, que pode significar “Fazer gols” ou “Pegar garotas”, igualmente pode “incentivar” o turismo sexual no Brasil.
Creio que a Adidas não teve a intenção de “incentivar” o turismo sexual no Brasil: isso nós mesmo fazemos e não precisamos de mais ninguém para ajudar. A empresa, com tantas imagens de conotação sexual que produzimos, quis apenas entrar no clima, pensando em faturar, o que estava dando certo: as duas camisetas eram as que mais vendiam da coleção lançada.
Então tá. Doravante, estamos assim acertados: o Brasil só permite imagens com conotações sexuais no Carnaval. Na Copa nem pensar. Reproduzido do Blog do Persifal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.