quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Máfia italiana alimentou porcos com homem vivo

ThinkStockROMA - Um grupo de assassinos da máfia da região italiana da Calábria espancou um inimigo e o jogou ainda vivo aos porcos, informou a polícia nesta quinta-feira. A revelação veio depois de uma operação que levou à detenção de 20 pessoas por diversas acusações, incluindo cinco assassinatos.
O crime provavelmente ocorreu em março de 2012, quando Francesco Raccosta desapareceu em Reggio Calabria, no sul do país. Seu corpo nunca foi encontrado.
Um grampo telefônico posto pela polícia gravou um dos suspeitos se vangloriando do assassinato.
"Foi um prazer ouvi-lo gritar. Na minha opinião, não restou nada dele. Os porcos realmente comem", teria dito o homem, de acordo com as investigações.
A morte de Raccosta foi uma das cinco que teriam ocorrido em retaliação pelo assassinato do chefão Domenico Bonarrigo, atingido por três tiros quando dirigia, 11 dias antes. Na época, facções rivais da 'Ndrangheta, a máfia calabresa, lutavam pelo controle do território perto da cidade de Oppido Mamertina.
Sua participação no tráfico de cocaína levou a 'Ndrangheta a ofuscar a máfia siciliana, a Cosa Nostra. A máfia da Calábria tem hoje mais de cem clãs. yahooNOTICIAS
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.