segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Dia do Professor

Professora Eliene dando aula

Você sabia que quem escolheu essa data foi D. Pedro I? É que no ano de 1827, ele, que era imperador do Brasil, determinou, por meio de um decreto, que todas as vilas e cidades do país tivessem uma escola. As chamadas “Escolas de Primeiras Letras” ensinavam a ler, escrever e fazer contas. Mas enquanto os meninos se aprofundavam nos conhecimentos de geometria, as meninas aprendiam tarefas de casa, como cozinhar, bordar e costurar.

Cento e vinte anos depois, em uma escola de São Paulo, um professor chamado Salomão Becker teve a ideia de usar essa mesma data para fazer uma reunião com todos os outros funcionários da instituição conhecida como Caetaninho (Ginásio Caetano de Campos). Eles discutiram as dificuldades, fizeram o  planejamento das aulas e uma confraternização.
Essa ideia deu tão certo que outras escolas passaram a fazer o mesmo nesse dia. Essa tradição foi se  fortalecendo até que no dia 14 de outubro de 1963, um decreto federal (Decreto Federal nº 52.682) instituiu o dia 15 de outubro como feriado escolar: “Para comemorar condignamente o Dia de Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”. Fonte: Blog Política Com Pimenta Malagueta

Um comentário:

  1. Que bom saber que somos mestres na educação, agora prefeita não decepcione seus eleitores!

    ResponderExcluir

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.