sexta-feira, 15 de junho de 2012

Vitórias Verde e Amarela no Volei

Brasil usa principais jogadoras, tem dificuldades, mas vence a Alemanha pelo Grand Prix
Do UOL, em São Paulo
O começo ruim assustou. Zé Roberto, irritado, percebeu e, na conversa, colocou suas jogadoras na partida. O papo funcionou e, depois de um primeiro set bastante ruim, o Brasil, com suas equipe principal em quadra, virou para cima da Alemanha e venceu por 3 sets a 1 (18-25, 25-14, 25-18 e 26-24, na primeira rodada da segunda etapa do Grand Prix, que está sendo disputada no Ginásio Poliesportivo, em São Bernardo do Campo. 
A maior pontuadora da partida foi a oposto Sheilla, com 20 acertos. Quem também se destacou foi a central Thaísa, com 15 pontos. O resultado positivo colocou o Brasil em terceiro lugar do Grand Prix, com nove pontos conquistados em quatro jogos. 
O Brasil começou o primeiro set bastante desligado. Desatentas, as comandadas de José Roberto Guimarães viram as adversárias abrirem 4 a 0. Aos poucos, e depois de muitos gritos do técnico, as brasileiras entraram no jogo, diminuíram o placar para 12 a 11 e, pouco depois, ficaram à frente pela primeira vez, com 14 a 13, graças principalmente a Paula Pequeno, destaque no set. Porém, mais uma vez a instabilidade prejudicou o time. Com muitas falhas na recepção, o Brasil viu a Alemanha se distanciar no placar e fechar o set após dois erros seguidos de passe de Paula.
Com Bruninho em quadra, Brasil sofre com oposto canadense, mas vence por 3 a 2
Do UOL, em São Paulo
O Brasil sofreu com o oposto Gavin Schmitt, autor de 27 pontos, mas conseguiu vencer o Canadá por 3 sets a 2 (22-25, 25-19, 25-14, 19-25 e 15-9). Com Bruninho em quadra no lugar de Ricardinho, a seleção masculina manteve a liderança do grupo B da Liga Mundial, mas foi alcançada pela Polônia, que também jogou nesta sexta.
A vitória apertada rende dois pontos ao Brasil, em vez dos três que viriam em caso de triunfo por 3 a 0 ou 3 a 1. Como a Polônia fez 3 a 0 na Finlândia, os dois times agora têm 23 pontos. Como só uma equipe se classifica diretamente à próxima fase, os dois times farão a decisão no domingo, no último jogo da chave.
Antes disso, o Brasil ainda terá de encarar a Finlândia, dona da casa, no sábado. O melhor segundo colocado dos quatro grupos da Liga Mundial também avança, assim como a Bulgária, que sediará a decisão.
Pelo equilíbrio do grupo, seria fundamental uma vitória mais folgada nesta sexta. Talvez por isso Bernardinho tenha começado com o time que foi bem nas três vitórias em São Bernardo, na semana passada, pela terceira etapa da primeira fase da Liga Mundial. Ricardinho começou como levantador, com Wallace de oposto , Lucão e Sidão na rede e Murilo e Thiago Alves de ponteiros.
Só que o ataque não rendeu bem com Ricardinho em quadra, exceção feita a Murilo. O Canadá manteve uma vantagem confortável até a inversão, quando Bruninho e Leandro Vissotto entraram em quadra. O oposto fez três pontos de bloqueio e empatou a partida, mas na sequência a equipe, já com Ricardinho de volta, se perdeu e viu os rivais fecharem por 25 a 22.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.