sábado, 23 de junho de 2012

População global tem sobrepeso de 15 milhões de toneladas, diz estudo


Biomassa total da Terra era de 287 milhões de toneladas em 2005.

Americanos são os mais gordos e africanos da Eritreia, os mais leves.
Pesquisa da USP mostra que trabalho dificulta disciplina com dieta (Foto: Reprodução EPTV)
Estudo europeu revela que os países da Américado
Norte concentram a maior biomassa por,
obesidade da Terra (Foto: Reprodução EPTV)
Um estudo feito por europeus e publicado esta semana na revista “BMC Public Health” mostra que os habitantes da Terra acumulavam juntos, em 2005, 15 milhões de toneladas de excesso de peso. Desse total, 3,5 milhões eram por obesidade. O valor equivale à massa de 242 milhões de pessoas com peso médio.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o sobrepeso significa um índice de massa corporal (IMC) superior a 25. O cálculo é feito dividindo-se o peso pelo quadrado da altura.
Em todo o planeta, a biomassa humana adulta há sete anos era de 287 milhões de toneladas. A América do Norte concentrava apenas 6% da população global, mas 34% da biomassa por obesidade. Na contramão, a Ásia reunia 61% de todos os habitantes e 13% da biomassa dos obesos.
Um norte-americano médio pesava aproximadamente 83,3 kg em 2005, enquanto um asiático tinha 58,8 kg. Se todos os países tivessem a mesma distribuição de IMC dos EUA, o aumento da biomassa humana seria de 58 milhões de toneladas, equivalente a 935 milhões de pessoas a mais e necessidades energéticas de 473 milhões de adultos.
Os cientistas concluem que o aumento de gordura da população pode ter as mesmas implicações para a demanda alimentar mundial que 500 mil pessoas extras vivendo sobre a Terra.
Fonte G1.COM
Matéria copiada do Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.