quarta-feira, 23 de maio de 2012

Rapadura é doce mas não é mole

2ª 'LESEIRA FEMINISTA' NA CAPITAL DO PARAZINHO

Belém vai ter uma segunda edição da Marcha das Vadias amanhã, a partir das 9h. A mobilização deve fazer o mesmo percurso do ano passado, saindo da escadinha da Estação das Docas, seguindo pela avenida Presidente Vargas até o Theatro da Paz, na Praça da República. A primeira edição do evento na capital foi realizada em agosto do ano passado e abordou a violência sexual e doméstica sofrida pelas mulheres paraenses. A militante feminista Heliane Abreu conta que achou o saldo do primeiro evento positivo. "A Marcha das Vadias Belém foi a maior em número de pessoas (mais de 800 pessoas) na rua, de todo o país", afirmou. O tema da mobilização desta vez é "Lugar de mulher é onde ela quiser".
Este ano, além de abordar a violência sexual, a manifestação também abrange os direitos e o protagonismo feminino. "Nossa preocupação é explorar os vários espaços que a mulher pode ocupar, na política ou na mecânica. Ela pode e deve escolher o que quer ser ou fazer. Precisamos quebrar esses paradigmas de que mulheres são frágeis e incapazes de ter autonomia sobre o seu corpo e os rumos da sua vida", disse.
A primeira Marcha das Vadias mundial ocorreu no Canadá, em abril de 2011, motivada pela fala de um policial que, após uma série de estupros acontecidos na Universidade de Toronto, afirmou que as mulheres deveriam evitar se vestir como vadias para não ser violentadas. Desde então, a marcha vem sendo realizada em vários países. (Amazônia – ORM)
Fonte blog do Espalha Brasa/Texto copiado na integra.

Blog do Espalha Brasa

Ilustração FARO FINO

Um comentário:

  1. Essa puxada pelos escrotos deve doer demais, Caracas, esse ficará de molho no gelo!!!!kkkkk

    ResponderExcluir

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.