segunda-feira, 9 de abril de 2012

Eterna Gratidão

UMA SENHORA
Uma senhora que vivia tentando por muitos anos ter um filho, viu seu sonho realizado.
Recebeu dos braços da enfermeira um lindo bebê.
Porém, qual não foi a surpresa quando notou que a criança havia nascido sem orelhas.
Preocupada, perguntou ao médico se o menino tinha perfeita audição.
Um exame foi realizado e ficou constado que o aparelho auditivo era normal.
A mãe, conformada, levou o filho para casa. Seu amor não diminuiu pela criança, mas à medida que esta criança crescia observava o tratamento que outras crianças lhe davam.
Com freqüência seu filho voltava para casa chorando! Isso era como uma punhalada a ferir e magoar o coração daquela mãe.
Consultou o médico, novamente perguntando se algo poderia ser feito. O doutor revelou que se encontrasse alguém que doasse um par de orelhas, poderiam tentar um implante quando o rapaz chegasse aos 21 anos.
Os anos se passaram e um dia os pais revelaram ao rapaz a notícia alvissareira de que tinham encontrado alguém para doar um par de orelhas.
O rapaz ficou muito alegre e pediu a mãe que marcasse logo a operação para transplante. A operação foi realizada com grande êxito. Qual não era a satisfação e a alegria daquela mãe ao contemplar o jovem, olhando-se no espelho e dizendo:
- Veja, mãe, sou agora como todos os outros rapazes. Voltava-se então, para sua mãe e perguntou. Quem doou este par de orelhas?
- Ah! Meu filho, agora não podemos revelar-lhe o doador pedir segredo, mais um você irá saber.
Passaram-se os anos e o jovem casou-se e teve filhos, todos normais.
Com o passar dos tempos ocorreu uma das grandes tristezas na família: o pai diz ao filho que sua mãe havia morrido.
Na sala da funerária onde estava o caixão, pai e filho, olham pela última vez o corpo inerte daquela mulher, daquela senhora, daquela mãe tão bondosa. Depois que todos saíram da sala, o pai chama o filho e diz:
- Meu filho, venha comigo pra gente se despedir de sua mãe.
Ambos se aproximaram do corpo da mãe, e ali pela última vez o filho contemplou sua querida mãe.
De repente, para surpresa daquele filho, o pai puxa de lado os longos cabelos negros de sua esposa e o filho observa, pela primeira vez que sua mãe não tinha mais orelhas. Revelando o grande amor que a mãe tinha por seu filho.
Então quero dizer aos filhos e filhas, dêem mais amor a sua mãe, mais carinho, mais compreensão e acima de tudo seja uma pessoa amiga e companheira.

3 comentários:

  1. A mais pura verdade! MARY JANE

    ResponderExcluir
  2. Lindo muito lindo essa história. CARLA MORAES-BELÉM

    ResponderExcluir
  3. O Que uma mãe não faz por amor de um filho? CARMEM-ITAITUBA

    ResponderExcluir

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.