segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Viúvo ganha na Justiça direito a licença-maternidade de seis meses para cuidar do filho

A Justiça Federal em Brasília, em sentença inédita, concedeu licença-maternidade a um homem. Viúvo e pai de um bebê de 56 dias, o policial José Joaquim dos Santos ganhou o direito de se ausentar do trabalho por seis meses, sem prejuízos salariais, para cuidar do filho. A liminar foi concedida pela juíza Ivani Silva da Luz, da 6ª Vara Federal de Brasília.

A decisão dá ao funcionário o direito de desfrutar da licença-paternidade nos moldes da licença-maternidade, de 120 dias, como prevista no artigo 207 da Lei 8.112/90, e estende o prazo em 60 dias, amparada no artigo 2º, parágrafo 1º, do Decreto 6.690/08, que estabelece o Programa de Prorrogação à Licença Gestante e à Adotante para servidoras federais. Apesar de ainda depender de recurso, a decisão abre uma nova discussão sobre a concessão da licença-maternidade no país.
A mulher do servidor da PF morreu em 10 de janeiro, 34 dias depois de ter dado à luz o caçula do casal, devido a complicações do parto. Com um filho recém-nascido e uma criança de 10 anos, o servidor requereu junto à Coordenadoria de Recursos Humanos da Polícia Federal uma licença adotante de 90 dias, mas teve a concessão administrativa negada por ser homem.(Fernando Porfírio.Do UOL, em São Paulo)

Veja Mais Aqui!
Comentários
Anônimo deixou um comentário sobre a postagem "Viúvo ganha na Justiça direito a licença-maternidade de seis meses para cuidar do filho" 
Agora vai ficar melhor, temos os mesmos direitos que as mulheres, só falta agora a ciência brincar de deus e fazer os homens parir.kkkkkk

Anônimo deixou um comentário sobre a postagem "Viúvo ganha na Justiça direito a licença-maternidade de seis meses para cuidar do filho" 
Isso é aqui no Brasil? como estão mudando as coisas  aqui.Atenção homens de plantão, essa deixa é muito boa, mas só vale para viúvos com beber recém nascido hem.

Afonso deixou um comentário sobre a postagem "Viúvo ganha na Justiça direito a licença-maternidade de seis meses para cuidar do filho" 
Será que essa decisão da justiça, serviria para um policial negro? ou até mesmo pobre? Tenho minhas duvidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja prudente em seus comentários, agradeço sua visita.